Rvt – Polícia chinesa usa ‘óculos inteligentes’ para identificar pessoas


A polícia chinesa começou a utilizar óculos equipados com tecnologia de reconhecimento facial para identificar criminosos procurados pela lei. Os aparelhos estão conectados remotamente a um banco de dados de suspeitos, o que significa que os agentes da lei podem encontrar fugitivos no meio de multidões. A tecnologia já auxiliou a polícia a capturar sete bandidos, de acordo com a imprensa estatal. Os sete eram acusados de crimes que iam de fugir de um acidente de carro até tráfico humano.

Os policiais também já puderam identificar 26 pessoas que utilizavam identidades falsas, segundo a imprensa chinesa. O sistema tira fotos de indivíduos e compara com o banco de dados disponível – em caso de ‘match’, dados pessoais (como nome completo e endereço residencial) são mostrados para o oficial.

Veja também

  • SociedadeReconhecimento facial vai substituir passaporte na Austrália24 jan 2017 – 18h01
  • TecnologiaDrones “caçadores de drones” atuarão na segurança das Olimpíadas de Inverno31 jan 2018 – 19h01

A China é líder mundial em tecnologia de reconhecimento facial e monitoramento em grande escala: tem 170 milhões de câmeras de circuito fechado, e deve instalar mais 400 milhões nos próximos três anos.

Críticos da medida acusam a tecnologia de oferecer ainda mais poder às autoridades, que poderiam perseguir dissidentes políticos e até mesmo minorias étnicas.

Comentar