Australianos testam versão gratuita do Spotify que permite ‘pular’ anúncios

Brasil Econômico

A chefe de soluções parceiras da companhia, Danielle Lee, disse que os testes estão acontecendo há um mês; ainda não há previsão de chegada no Brasil

Além de melhorar experiência do usuário, versão gratuita do Spotify deve agradar anunciantes; entenda

Além de melhorar experiência do usuário, versão gratuita do Spotify deve agradar anunciantes; entenda

Foto: shutterstock

Quem usa a versão gratuita do Spotify tem a desvantagem de ver anúncios antes da música finalmente tocar no aplicativo. Mas, de acordo com o portal internacional AdAge, a plataforma de streaming está testando uma atualização que permite ao usuário ‘pular’ qualquer publicidade. Os testes estão acontecendo na Austrália.

Leia também: Spotify volta atrás e reavalia política de conteúdos proibidos na plataforma 

A chefe de soluções parceiras da companhia, Danielle Lee, disse que a estratégia dessa nova versão gratuita do Spotify é detectar quais publicidades são mais atraentes para cada usuário.

Sendo assim, com a plataforma personalizando ainda mais a experiência das pessoas, será mais fácil fazer acordo com os anunciantes, que poderão medir, com mais qualidade, quantos usuários têm mais chances de se interessar pela publicidade paga. “Isso melhorará os resultados que ofereceremos às marcas”, resumiu Danielle Lee.

Ela também explicou que, mesmo com o usuário pulando o anúncio do Spotify, as marcas não serão prejudicados financeiramente. 

Em relação ao restante do mundo, Lee declarou que o Spotify pensa sim em estrear e testar a possibilidade em uma escala global. Entretanto, ela não afirmou uma data específica, uma vez que os testes na Austrália estão acontecendo há apenas um mês.

Versão gratuita do Spotify se aproxima da Premium

Teste da versão gratuita do Spotify deve atrair mais assinantes para a plataforma de streaming

Teste da versão gratuita do Spotify deve atrair mais assinantes para a plataforma de streaming

Foto: shutterstock

A mudança se relaciona ao anúncio feito em abril deste ano pela empresa sueca. Na ocasião, o Spotify declarou que a versão gratuita do serviço seria mais parecida com a paga. A ideia, na linguagem popular, nada mais é do que “dar um gostinho” aos seus 86 milhões de usuários não pagantes.

Isso porque, segundo os dados divulgados pelo chefe de pesquisa e desenvolvimento da empresa, Gustav Soderstrom, mais de 60% das pessoas que fizeram a assinatura do Spotify foram, inicialmente, usuários da versão gratuita.

Leia também: YouTube vai lançar serviço de streaming para concorrer com Spotify e Apple Music

Parceria com a Samsung

Versão gratuita do Spotify é consumida por 180 milhões de pessoas

Versão gratuita do Spotify é consumida por 180 milhões de pessoas

Foto: Pixabay/Creative Commons

Vale destacar que, nesta semana, durante a apresentação do Samsung Galaxy Note 9, foi revelada uma parceria entre a empresa de streaming e a sul-coreana. Depois do anúncio, todos os smartphones Samsung terão o aplicativo de música pré-instalado, o que pode contribuir para o aumento do número de usuários.

Segundo a última contagem, publicada em julho de 2018, a versão gratuita do Spotify é consumida por 180 milhões de usuários. Já entre os pagantes, a marca é de 83 milhões.



Deixe uma resposta

Powered by Yahoo! Answers