Desenvolvedor cria aspirador de pó que desenvolve mapas de Doom

Rich Whitehouse, um desenvolvedor de jogos de videogame que trabalhou em títulos como Star Wars Jedi Knight 2 e Prey (o original, lançado em 2006, e não o reboot da Arkane Studios de 2017), aproveitou o feriado de Natal para criar algo inusitado: um aspirador de pó que desenvolve mapas para Doom (o original de 1993, não o reboot de 2016).

Whitehouse utilizou para isso o Neosis, um software que ele próprio desenvolveu para facilitar que desenvolvedores de jogos fizessem a transferência de arquivos digitais para diferentes plataformas. Assim, o desenvolvedor criou um programa que pega os mapas digitais criados pelos aspiradores automáticos da Roomba (aqueles “robozinhos” que andam pela casa, desviando dos objetos no chão e aspirando tudo sozinhos) e transforma esses arquivos em mapas do inferno do primeiro Doom.

Com o nome de Doomba, Whitehouse chama o programa uma oportunidade de usar algoritmos para servir o Senhor das Trevas e ainda criar um trocadilho que irá assombrar toda a humanidade.

Para qualquer um que queira testar o programa, o desenvolvedor disponibilizou no Neosis (que é um aplicativo gratuito) o mapa que ele criou a partir do Roomba na casa dele, além de instruções para que outros desenvolvedores criem algoritmos utilizando seus aparelhos. O processo para a utilização é explicado no blog oficial do desenvolvedor, e infelizmente ainda não possui uma tradução para o português.

Ah, Whitehouse alertou que testou o algoritmo apenas no modelo Roomba 980 Robotic Vacuum, e que a utilização em modelos diferentes deste pode exigir algumas alterações no código-fonte do programa.

Veja a matéria completa Canaltech

Comentar com o Facebook



Os comentários estão desativados.