Eis por que o Surface Duo roda o Android, mas o Neo tem Windows


Android ou Windows? Essa é a pergunta final e a resposta pode surpreendê-lo. São os dois.

Na semana passada, a Microsoft lançou dois novos dispositivos dobráveis ​​ que devem começar a ser comercializados no final do próximo ano, o que impulsiona o Surface como uma marca para novas categorias. Um ponto de discórdia entre os fãs, no entanto, foi a decisão de usar o Windows no Surface Neo maior e o Android no Surface Duo do tamanho de um smartphone. Algumas pessoas não entendem por que a Microsoft escolheu dois sistemas operacionais diferentes para esses dispositivos, e continuo recebendo esse tipo de pergunta no Twitter.

Quero explicar por que a Microsoft optou por usar diferentes sistemas operacionais no Neo e no Duo e como é importante que determinados fatores de forma estejam executando o sistema operacional que faz mais sentido para esse dispositivo.

A diferença entre o Surface Neo e o Surface Duo

Embora o Surface Neo e o Surface Duo pareçam semelhantes externamente, na verdade são dispositivos muito diferentes. Um é um PC e o outro é um telefone. Essa é a principal razão por que esses dispositivos executam sistemas operacionais diferentes. Parece que há alguma confusão em torno disso, com muitas pessoas no Twitter me perguntando por que o Neo não está executando o Android como o Duo e vice-versa. É porque eles são diferentes fatores de forma em sua essência.

Sim, ambos são dispositivos dobráveis ​​com telas duplas, mas são fundamentalmente diferentes em todos os outros aspectos.

Tudo se resume ao tamanho. Você usa o sistema operacional certo no tamanho certo. Qualquer coisa menor que 20 cm deve executar o Android. Qualquer coisa acima de 20 cm deve executar o Windows. O Android é excelente em dispositivos pequenos, mas não em dispositivos grandes. O Surface Neo é um dispositivo grande que permite fazer coisas relacionadas ao PC. É por isso que o Surface Neo roda o Windows 10X e não o Android. Ninguém em sã consciência compraria um PC com Android, porque o Android não é uma plataforma muito boa para fazer coisas com PC.

Esse mesmo raciocínio pode ser usado com o Surface Duo não executando o Windows. Infelizmente para os fãs do Windows, o Windows não possui ecossistema em telas menores que 20 cm e, como tal, não é uma plataforma viável para um telefone. O Android tem aplicativos móveis, todos projetados para telas pequenas. O Windows possui principalmente aplicativos para PC, projetados para telas muito maiores e, como tal, não funcionam bem em telefones.

Um smartphone precisa de aplicativos

Embora a Microsoft esteja tentando evitar telefonar para o Surface Duo, em um nível fundamental, isso é exatamente o que é. Para ter sucesso em ser um smartphone, ele precisa de aplicativos. Como mencionado acima, o Windows não possui aplicativos móveis. O Windows é ótimo em ter aplicativos para PC, que funcionam melhor em telas maiores do que o telefone oferece, mesmo com telas duplas no conjunto.

O Android possui um vasto ecossistema de aplicativos móveis, que é a prioridade número um de um dispositivo que acompanha você no seu bolso. O motivo pelo qual o Windows Phone falhou foi o fato de não ter os aplicativos que as pessoas desejam. Sim, tinha os grandes, mas não tinha tudo, e foi isso que acabou com o Windows nos telefones. O Android tem tudo: possui seu aplicativo bancário, seu serviço de táxi, seus aplicativos sociais, seus jogos, tudo que você deseja.

Se a Microsoft colocasse o Windows 10X no Surface Duo, o dispositivo perderia esse ecossistema vital de aplicativos que um telefone precisa. Isso não é coisa de querer. Isto é uma necessidade. Para um telefone ter sucesso, ele precisa de aplicativos.

E a emulação do Android em cima do Windows 10X?

Uma pergunta que eu vi dos fãs do Windows Phone é por que a Microsoft não usou o Windows 10X no Surface Duo, mas com a emulação de aplicativos Android na parte superior para preencher a lacuna de aplicativos? Isso é algo que a Microsoft considerou e até começou a trabalhar, mas há problemas com o suporte a aplicativos Android dessa maneira.

O principal motivo para fazer isso é que o Google não permite serviços da Play Store em dispositivos que emulam o Android (exceto seu próprio Chrome OS). Isso significa que, se o Surface Duo enviado com o Windows 10X com emulação Android no topo, não seria um dispositivo certificado pela Google Play Store e, como tal, não seria capaz de executar muitos aplicativos Android prontos para uso. Também não seria compatível com o Google Pay.

Tecnicamente, os usuários podem carregar o Google Play de maneira marginal, mas não precisam e isso não resolveria todos esses problemas. Ainda não seria certificado e não receberia suporte do Google. Essa é a principal razão pela qual a Microsoft decidiu não usar a emulação do Android em cima do Windows 10X para o Surface Duo. O outro motivo é permitir que aplicativos Android no Windows 10X desencoraje os desenvolvedores a criar aplicativos nativos do Windows.

Faz mais sentido para o Surface Duo rodar o Android e a Microsoft cria uma ponte entre o Android e o Windows que permite aos desenvolvedores criar aplicativos nativos para as duas plataformas facilmente. A Microsoft não deseja entrar em um mundo em que a maioria dos aplicativos do Windows sejam apenas aplicativos do Android executando em uma camada de emulação, o que teria acontecido se a Microsoft tivesse ativado a emulação do Android no Windows 10X.

Que tal fazer do Windows 10X uma opção para o Duo?

Outra sugestão que eu vi dos fãs do Windows Phone está pedindo à Microsoft para tornar o Windows 10X uma coisa opcional para quem deseja. Isso faria mais sentido, mas há poucas razões para fazê-lo. O Windows 10X é uma plataforma para PC, projetada para aplicativos para PC. Quem quer executar o Windows no Surface Duo não teria uma experiência ideal ao tentar executar aplicativos para PC em telas desse tamanho. Além disso, a Microsoft não deve desperdiçar os recursos tentando tornar essa uma boa experiência para os poucos que a desejam.

Desbloquear o Windows tem sido um objetivo constante para a Microsoft, e manter o suporte de chamadas telefônicas herdadas para os poucos que desejam executar o Windows 10X em um telefone não faz sentido. Isso, combinado com o problema do aplicativo que o Windows tem, significa que não há razão para a Microsoft tornar o Windows 10X uma opção para o Surface Duo. É apenas desnecessário para o pequeno grupo de pessoas que querem.

Limpando a confusão

O Surface Neo executa o Windows 10X porque o Surface Neo é um PC. A Microsoft está posicionando este dispositivo como algo que pode fazer coisas relacionadas ao PC e, como tal, precisa executar o Windows. O Surface Duo roda o Android porque é um telefone e precisa ter aplicativos móveis que funcionem bem em telas pequenas que cabem no seu bolso.

É tão simples quanto isso. O Windows é ótimo em coisas de PC e o Android é ótimo em coisas de telefone. O Neo é um PC e o Duo é um telefone.

Felizmente para os fãs do Surface, a Microsoft não vê mais a plataforma como um componente-chave de sua estratégia geral. A beleza do ecossistema da Microsoft é que ela é multiplataforma, e a Microsoft adotando o Android significa que os usuários do Windows estão prestes a ter uma melhor experiência entre dispositivos com seu telefone Android. Isso é bom no geral, e mal posso esperar pelo Surface Duo por causa disso.





Source link



Deixe uma resposta