Facebook confirma nova investigação antitruste da FTC após divulgar lucros fortes


  

Os negócios do Facebook continuam a crescer, em grande parte desimpedidos pelos vários acordos de privacidade, escândalos corporativos e preocupações regulatórias sobre o manuseio de dados de usuários e outras práticas imprudentes. No entanto, a empresa anunciou hoje, como parte de seu anúncio do segundo trimestre que a Federal Trade Commission está agora oficialmente investigando o Facebook por possíveis violações da lei antitruste dos EUA.

“O setor de tecnologia on-line e nossa empresa receberam maior escrutínio regulatório no último trimestre. Em junho de 2019, fomos informados pela FTC que havia aberto uma investigação antitruste de nossa empresa ”, diz o release de resultados da empresa. “Além disso, em julho de 2019, o Departamento de Justiça anunciou que iniciará uma análise antitruste das plataformas on-line líderes de mercado.”

Hoje mais cedo, o Facebook e a FTC anunciaram os termos de um acordo de uma investigação totalmente separada sobre as práticas de privacidade da empresa. Esse acordo está resultando em uma multa de US $ 5 bilhões, a maior já registrada por uma empresa de tecnologia, além de várias condições que exigirão que o Facebook envie novos produtos e serviços para uma análise de privacidade de terceiros e outros descuidos.

No mês passado, a FTC recebeu autoridade para supervisionar as investigações antitruste no Facebook e na Amazon enquanto o Departamento de Justiça dos EUA está lidando com o Google. Agora, parece que a FTC está trabalhando ativamente em trazer um caso contra a rede social, já que a divulgação do Facebook aqui é a primeira confirmação oficial de uma investigação formal antitruste que começa. A empresa diz que foi informada sobre a investigação no mês passado, portanto, podemos ouvir mais sobre os casos antitruste contra a Amazon e o Google quando essas duas empresas reportarem lucros no final deste mês.

Apesar da torrente de manchetes ruins, os negócios do Facebook estão indo muito bem. A empresa anunciou que a receita subiu 28 por cento para US $ 16,9 bilhões ano a ano, e o número de usuários acessando o Facebook todos os dias e todos os meses cresceu 8 por cento, para 1,59 bilhão e 2,41 bilhões de pessoas, respectivamente. Em outras palavras, o Facebook continua a ser o serviço de internet mais popular do planeta, e em três meses, fez mais de três vezes a quantia que a FTC multou pelo seu manuseio do escândalo Cambridge e outros problemas de privacidade.



Source link



Os comentários estão desativados.