Naughty Dog é inteligente em lançar Last of Us Part II pela primeira vez no PlayStation 4


The Last of Us Part II parece ser uma obra-prima em desenvolvimento.

Como seu antecessor, The Last of Us Part II está chegando ao final de uma geração de console, logo antes dos sistemas de nova geração serem lançados no próximo ano. Quando foi anunciado, muitas pessoas especularam – ou menos esperavam – que The Last of Us Part II seria um título de lançamento no PlayStation 5. Embora haja certamente uma possibilidade de lançamento também nesse sistema, mesmo que todos os jogos do PS4 são compatíveis com versões anteriores não foram projetados especificamente para o PlayStation 5. Ainda são limitados pelo hardware do PS4, e isso é honestamente uma coisa boa no momento.

   Ele pode otimizar The Last of Us Part II para todo o seu potencial.

A Naughty Dog certamente já tem um devkit para PS5 já há algum tempo, considerando que é um estúdio Sony da Sony e que muitos acreditam ser a criança de ouro. Mas isso não significa que o estúdio tenha liberado todo o potencial do console logo de cara. Está em desenvolvimento para o PS4 há vários anos e conhece os meandros do sistema. Ele pode otimizar The Last of Us Part II em todo o seu potencial neste caso. Quando se trata do PS5, haverá dores de crescimento precoce, como em qualquer console de última geração.

Quando o Xbox One foi lançado, 10% de seu poder na GPU foi dedicado à execução do Kinect e de outros aplicativos. Somente depois de quase um ano no mercado a Microsoft liberou esse poder para os desenvolvedores usarem na criação de jogos. Não sabemos como a Sony alocará a energia da GPU no PS5. Quem diria que uma situação semelhante não poderia ter surgido?

Pior seria se a Sony escolhesse tecnologias de GPU e CPU radicalmente diferentes que dificultassem o desenvolvimento, como foi o caso do PS3 mas felizmente sabemos que a arquitetura do PS5 será semelhante ao PS4 . Similar não significa automaticamente fácil, no entanto. Muitas variáveis ​​podem dificultar o desenvolvimento, mesmo em um sistema que um estúdio conhece como as costas da mão.

   O PS4 já vendeu mais de 100 milhões de unidades em todo o mundo.

Eu não estou tão preocupado com gráficos quanto a maioria das pessoas, então as limitações do PS4 e PS4 Pro nesse sentido não me incomodam. Praticamente não há diferença perceptível entre 4K (PS4 Pro) e 8K (PS5) para o olho humano na maioria dos ambientes. O que acho interessante é como a Naughty Dog pode levar a tecnologia ao limite com a jogabilidade. As IA são mais inteligentes do que nunca – mais humanas, em certo sentido. Eles agora têm nomes, batimentos cardíacos e podem gritar quando um amigo deles é morto por sua mão. Isso tem um impacto imediato e eficaz em como você experimenta o jogo e interage com o mundo.

Nada disso é nem para mencionar a base de instalação do PS4. O sistema enviou mais de 100 milhões de unidades em todo o mundo a partir de julho de 2019. Essa não é uma base de instalação que você pode deixar passar e ignorar. Você seria louco por isso.

Então, a Naughty Dog poderia ter esperado para lançar The Last of Us Part II no PlayStation 5? Absolutamente. Teria sido a decisão mais inteligente? Provavelmente não. É uma série amada e as pessoas querem ver a direção em que se dirigem. Elas não podem fazer isso quando ficam sem conteúdo, a menos que comprem um console de jogos totalmente novo.

Vingança

Os Últimos de Nós, Parte II

$ 60 na Amazon

Até onde Ellie vai?

A espera está quase no fim. A jornada angustiante de Ellie parece levá-la ao caminho sangrento da vingança, mas contra o que ainda não temos certeza. Seja qual for a situação, Joel está lá para tê-la de volta.





Source link



Deixe uma resposta