O Google desabilita o acesso da Xiaomi a seus dispositivos após uma preocupação da Nest


  

O Google desativou o acesso dos dispositivos Xiaomi ao seu Nest Hub e Assistant depois que o proprietário de uma câmera relatou ter visto imagens estáticas aparentemente desconhecidas de outras câmeras, confirmou o Google ao The Verge . O problema foi o primeiro relatado pela Android Police .

"Estamos cientes do problema e estamos em contato com a Xiaomi para trabalhar em uma solução", disse um porta-voz do Google em comunicado. "Enquanto isso, estamos desativando as integrações da Xiaomi em nossos dispositivos."

Um usuário relatou no Reddit que sua recém-adquirida câmera de segurança Xiaomi Mijia 1080p Smart IP estava mostrando o que pareciam ser imagens estáticas da casa de estranhos se ele tentasse transmitir da câmera para um Google Nest Hub .

O usuário do Reddit Dio-V, que disse por e-mail para The Verge que eles moram na Holanda, disse que viu imagens de uma varanda fechada, um homem dormindo em uma cadeira e um dormindo bebê no berço. Dio-V disse The Verge que ele foi contatado pelo Google sobre a publicação, mas até agora não tinha notícias da Xiaomi.

Em outubro, a Nest anunciou seu programa de acesso a dispositivos que impunha requisitos estritos sobre os dispositivos de terceiros que podem ser usados ​​com seu sistema. Atualmente, cerca de duas dúzias de câmeras de segurança podem ser usadas com os displays Nest.

As câmeras de segurança doméstica baseadas em IP lutaram com a segurança desde o início, começando com vários problemas facilmente exploráveis ​​ em alguns modelos antigos. Mais recentemente, até as principais empresas têm se esforçado para garantir imagens. Logo após o Natal, o fabricante de câmeras de segurança inteligente Wyze informou que um servidor inseguro expôs 2,4 milhões de dados de clientes por mais de três semanas. A placa-mãe relatou que as câmeras de Ring careciam de algumas medidas básicas de segurança para impedir o acesso não autorizado.

Como observa Android Police é difícil verificar onde ocorreu o problema no atual incidente da Xiaomi, pois todas as informações parecem vir do Reddit, mas o Google está claramente levando isso a sério. A Xiaomi não respondeu a um pedido de comentário de The Verge .



Source link



Os comentários estão desativados.