Os telefones da Huawei estão etiquetando o aplicativo Allo, agora morto do Google, como infectado


O aplicativo está morto há quase um ano.

O que você precisa saber

  • Os telefones da Huawei estão rotulando o aplicativo Allo como uma ameaça à segurança.
  • O aviso afirma que o aplicativo pode estar infectado e recomenda a desinstalação imediata.
  • O aplicativo não funciona há quase um ano.

Faz mais de um ano que o Google anunciou sua intenção de matar Allo mais uma de suas tentativas fracassadas de criar uma alternativa do WhatsApp que poderia ser para o Android o que o iMessages é para o iOS. Enquanto esses planos nunca se materializaram e o aplicativo foi perdido para a história como apenas mais um fantasma no cemitério do Google Allo agora está de volta às notícias, graças à Huawei.

Android Authority relata que os usuários dos telefones da empresa chinesa estão recebendo avisos classificando o aplicativo desativado como uma possível ameaça à segurança 'infectada' e, portanto, precisa ser desinstalada imediatamente.

O aplicativo já está fora da Play Store há um tempo. Portanto, o aviso está sendo recebido apenas por usuários que carregam o aplicativo pelo telefone ou por aqueles que simplesmente nunca desinstalaram o aplicativo depois que ele foi desligado.

O Google anunciou sua intenção de fechar os servidores da Allo em março de 2019, de modo que o aplicativo não funcione há quase um ano. Embora um aplicativo morto possa ser um incômodo para o seu telefone, é certamente algo estranho para o conjunto de segurança automática da Huawei sugerir que o aplicativo está infectado.

Independentemente disso, como o aplicativo já está morto, pode ser uma boa idéia seguir os conselhos da Huawei e desinstalar o aplicativo do seu telefone; se nada mais, pelo menos você apenas recuperará algum armazenamento extra. O Google já avançou com suas ambições de mensagens na forma de RCS, e já é hora de você fazer isso também.

O que é o RCS e por que é importante para o Android?





Source link



Os comentários estão desativados.