Sonos diz que o Google e a Amazon roubaram projetos para vender alto-falantes mais baratos


A empresa lamenta que ainda confie na gigante da tecnologia que está processando.

O que você precisa saber

  • A Sonos está processando o Google no Tribunal Federal e na Comissão de Comércio Internacional.
  • A empresa acredita que o Google e a Amazon violaram mais de 100 patentes cada.
  • O processo busca danos financeiros e a proibição de alto-falantes, laptops e smartphones do Google.

A Sonos está processando o Google por violação de patente, de acordo com um relatório do The New York Times . O fabricante do alto-falante acusa o Google de infringir cinco patentes, embora os executivos da empresa digam que o Google violou mais de 100 patentes criadas pela Sonos.

A Sonos notificou o Google sobre sua infração em 2016 e tenta negociar o licenciamento, mas hoje entrou com uma ação no Tribunal Federal do Distrito de Los Angeles, bem como perante a Comissão de Comércio Internacional dos EUA. A Sonos está procurando danos financeiros e também quer bloquear a venda de todos os alto-falantes, smartphones e laptops do Google.

A Sonos começou a trabalhar com o Google em 2013 para integrar os serviços de música do Google com o hardware Sonos . Como parte dessa parceria, a Sonos entregou projetos para a tecnologia da Sonos. Quando o Google lançou seus próprios dispositivos de streaming de áudio, a Sonos ficou desconfiada e usou um farejador de pacotes para analisar as técnicas do Google para superar vários obstáculos tecnológicos. A empresa determinou que o Google (e a Amazon com seus falantes de eco) estavam usando técnicas patenteadas. Ele informou o Google em 2016 da infração e, em seguida, mais quatro vezes nos próximos três anos. A empresa está processando apenas o Google porque diz que assumir dois gigantes da tecnologia ao mesmo tempo seria muito arriscado.

Chefe executivo da Per Sonos, Patrick Spence:

   O Google tem copiado descaradamente e conscientemente nossa tecnologia patenteada … Apesar de nossos esforços repetidos e extensos nos últimos anos, o Google não demonstrou nenhuma vontade de trabalhar conosco em uma solução mutuamente benéfica. Ficamos sem opção a não ser litigar.

A Amazon e o Google negam qualquer infração, é claro. A Amazon diz que "a família de dispositivos Echo e nossa tecnologia de música para várias salas foram desenvolvidas de forma independente pela Amazon". O Google diz que está "desapontado que a Sonos tenha aberto esses processos em vez de continuar as negociações de boa fé".

A Sonos alega que ofereceu ao Google um acordo de licenciamento, mas a contra-oferta do Google reduziu efetivamente a obrigação financeira do Google de usar a tecnologia Sonos para quase nada.

Os executivos da Sonos admitem prontamente que a empresa ainda depende desses dois gigantes da tecnologia para uma variedade de serviços e parcerias, e teme que o processo ponha em risco esses relacionamentos. A empresa diz que Spence entrou em contato com a equipe do Congresso e pode testemunhar perante o subcomitê antitruste da Câmara sobre os problemas que a Sonos teve ao lidar com esses problemas.





Source link