Por que a inteligência artificial é importante na tecnologia robótica – Notícias sobre robótica e automação

Parte de uma das maiores empresas de automação e robótica do mundo, a Yaskawa Southern Africa é pioneira em tecnologias inovadoras, principalmente quando se trata de adotar tendências emergentes e soluções automatizadas.

A inteligência artificial (IA) emergiu como uma força inovadora em uma infinidade de setores, incluindo transporte, saúde, finanças e agricultura.

No domínio da robótica, a IA está redefinindo o cenário, bem como a interação homem-máquina. Andrew Crackett, diretor administrativo da Yaskawa, fornece algumas dicas sobre o papel da IA ​​na tecnologia robótica, suas vantagens e desafios, e faz suas previsões sobre o que está por vir no futuro.

A velocidade a que a IA está a ser integrada no nosso mundo digital em rápido avanço torna imperativo que todas as indústrias aceitem a sua adoção, o que é especialmente verdadeiro para a robótica.

Crackett elogia a inteligência artificial como “a potência cognitiva por trás das capacidades físicas dos robôs, influenciando tudo, desde o design e funcionalidade até a adaptabilidade em diversos ambientes”.

A IA fornece aos robôs precisão e eficiência incomparáveis, otimizando ações por meio de algoritmos de aprendizado de máquina para maior produtividade e precisão.

Além disso, melhora os padrões de segurança, pois a sua integração permite que os robôs naveguem em ambientes complexos, detectem perigos potenciais e executem tarefas com foco na minimização de riscos, o que promove a segurança do trabalhador humano.

A IA também permite que os robôs tomem decisões em frações de segundo com base na análise de dados – uma capacidade crítica em ambientes dinâmicos, como fábricas ou veículos autônomos que trabalham ao longo da linha de produção.

No entanto, é igualmente crítico reconhecer as potenciais deficiências da IA. À medida que a IA se torna padrão na robótica, podem surgir preocupações éticas, que exigem uma consideração e regulamentação cuidadosas relativamente à utilização ética e à responsabilização dos robôs controlados pela IA.

Crackett afirma: “Superar desafios e abordar quaisquer limitações nos modelos atuais de IA é essencial para o avanço contínuo da robótica orientada por IA.”

É necessária uma colaboração harmoniosa entre robôs orientados por IA e trabalhadores humanos, uma vez que a integração de robôs, mais especificamente, robôs colaborativos (cobots), não significa necessariamente a eliminação de trabalhos manuais.

Os cobots são concebidos para trabalhar ao lado dos humanos, assumindo tarefas mais intensivas em mão-de-obra, libertando capacidade para melhoria de competências e desenvolvimento de carreira.

O futuro parece promissor para a IA e o aprendizado de máquina. Os robôs são capazes de se adaptar, aprender e realizar tarefas cada vez mais complexas.

Crackett afirma: “A sinergia entre humanos e robôs é fundamental, com a IA facilitando a colaboração contínua, complementando as habilidades humanas e aumentando as capacidades da força de trabalho”.

O foco no desenvolvimento ético é fundamental para o futuro da IA ​​na robótica, garantindo práticas de IA transparentes e éticas para construir confiança e garantir a implantação responsável em todos os setores.

Versão para impressão, PDF e e-mail

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *